BERLIM (Reuters) – Institutos econômicos da Alemanha estão reduzindo sua estimativa de crescimento em 2021 para a maior economia da Europa de 3,7% a 2,4%, conforme os gargalos de oferta pesam sobre a economia, disseram à Reuters duas pessoas familiarizadas com a decisão nesta quarta-feira.

Os quatro institutos –RWI em Essen, DIW em Berlim, Ifo em Munique e IWH em Halle — devem divulgar sua projeção conjunta na quinta-feira.

Eles também vão elevar sua projeção para crescimento no próximo ano a 4,8%, de 3,9%, estimando expansão econômica de 1,9% para 2023, disseram as duas pessoas.

Na terça-feira, o Fundo Monetário Internacional cortou sua projeção de crescimento para a Alemanha em 2021 em 0,5 ponto percentual, a 3,1%.

O PIB da Alemanha teve contração de 4,6% no ano passado devido à pandemia de coronavírus.

O governo alemão, que até agora projeta crescimento de 3,5% este ano e de 3,6% no próximo, deve atualizar suas estimativas este mês também.

(Reportagem de Rene Wagner)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).