BRASÍLIA (Reuters) – O diretor de Política Econômica do Banco Central, Fábio Kanczuk, afirmou nesta terça-feira (30) que a visão na autoridade monetária é que a inflação é menos inercial e pode mudar muito ao longo do próximo ano.

Ao participar virtualmente de evento promovido pelo JP Morgan, ele também pontuou que o BC vê as mudanças nas expectativas para o PIB (Produto Interno Bruto) em 2022 menos ligadas à política monetária em si, e mais conectadas a questionamentos sobre o crescimento potencial do país.

Segundo Kanczuk, a grande questão no BC é mais relacionada à projeção de inflação, e menos ao crescimento. Ele complementou, inclusive, que a política monetária ainda não teria tido tempo de afetar a atividade.

(Por Marcela Ayres)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).