SÃO PAULO (Reuters) – O Ibovespa fechou em baixa nesta quarta-feira, com as ações do Bradesco entre as maiores pressões negativas após resultado trimestral, assim como os papéis da Petrobras na esteira do recuo do petróleo no exterior.

Preocupações com a situação fiscal do país, em meio a movimentações populistas do governo federal também pesaram na sessão, que reserva ainda um esperado aumento maior da Selic e mais balanços corporativos.

Índice de referência do mercado acionário brasileiro, o Ibovespa caiu 1,41%, a 121.838,45 pontos, quase perdendo o patamar dos 121 mil pontos no pior momento, segundo dados preliminares, no primeiro fechamento negativo na semana.

O volume financeiro no pregão somava 28 bilhões de reais.

Para ver as maiores baixas do Ibovespa, clique em

Para ver as maiores altas do Ibovespa, clique em

(Por Paula Arend Laier, edição Alberto Alerigi Jr.)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).