Por Andre Romani

SÃO PAULO (Reuters) – O Ibovespa operava em alta nesta quinta-feira, em sessão que deve ter menor volume do que o usual, dado que os índices acionários dos Estados Unidos estão fechados por conta de feriado. Localmente, dado de inflação e fronte fiscal seguem no radar.

O índice era empurrado por papéis da Petrobras, mesmo com petróleo sem grandes alterações de preço. Executivos da estatal falam para investidores e analistas, após companhia divulgar plano-estratégico para os próximos quatro anos.

Às 11:43, o Ibovespa subia 0,96%, a 105.516,46 pontos. O volume financeiro era de 4,9 bilhões de reais.

Com mercado norte-americano fechado, na sequência de um dia agitado no exterior, investidores se voltam para a cena local nesta quinta. O IPCA-15 subiu 1,17% em novembro, divulgou o IBGE mais cedo, contra estimativa de 1,10%, segundo pesquisa Reuters com economistas. Trata-se da taxa mais elevada para um mês de novembro desde 2002. Na medição anterior, em outubro, o indicador avançou 1,20%.

“Segundo mês consecutivo de surpresa no IPCA-15, com a elevação das medidas de núcleo acompanhadas pelo Banco Central, podem colocar maior pressão sobre a próxima decisão do Copom, em dezembro”, escreveram analistas do BTG Pactual Digital incluindo Álvaro Frasson.

No fronte fiscal, investidores seguem atentos a qualquer novidade sobre a PEC dos Precatórios, que deve ser votada em comissão no Senado na semana que vem. Para Flávio Conde, head de renda variável da Levante, apesar da solução não ser a esperada pelo mercado, já que não tem uma indicação de onde virá a receita, por exemplo, para um Auxílio Brasil permanente, “existe sensação no mercado que essa novela (PEC) está perto do fim”.

No exterior, bolsas na Europa subiam, com impulso de ações ligadas à tecnologia, e após índice pan-europeu STOXX 600 alcançar uma mínima em três semanas na quarta-feira, em meio a salto nos casos de Covid-19 no continente.

DESTAQUES

– PETROBRAS PN e ON avançavam cerca de 3% cada, depois que a empresa anunciou projeção de investimentos de 68 bilhões de dólares entre 2022 e 2026, aumento expressivo em relação ao plano de negócios plurianual anterior. A companhia também revisou política de dividendos. O novo plano veio positivo, com a manutenção do foco da empresa na criação de valor, enquanto foco renovado nos dividendos foi o principal destaque, escreveram analistas do JPMorgan, incluindo Rodolfo Angele, em relatório.- BANCO DO BRASIL ON subia 2,7%, BANCO INTER UNIT avançava 6,3% e ITAÚ UNIBANCO PN tinha alta de 0,9%, em sessão positiva para o setor financeiro.

– VALE ON caía 1,5%, liderando perdas em pontos do índice. Minério de ferro não teve direção única em bolsas da Ásia. A Vale vinha sendo beneficiada nas últimos dias por novo avanço dos preços da matéria-prima para o aço.

– INTERMÉDICA ON caía 3,1% e HAPVIDA recuava 3%, ambas estendendo a queda da véspera. O Tribunal do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) decidiu impedir a Hapvida de concluir a aquisição do plano de saúde Plamed, que tem carteira concentrada em Aracajú. Intermédica e Hapvida estão em processo de fusão, que também está no Cade. No radar do setor ainda está aprovação no Senado de projeto que coloca piso salarial para enfermeiros, segundo a Agência Senado.

– AMERICANAS ON subia 3,5%, VIA ON avançava 1,9%, enquanto MAGAZINE LUIZA ON operava em alta de 0,2%, mesmo após dado de inflação acima do esperado e com ciclo de alta de juros no radar. Setor também está em foco por conta da Black Friday.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).