SÃO PAULO (Reuters) – O principal índice brasileiro de ações subia nesta quarta-feira, seguindo a tendência majoritariamente positiva dos mercados globais, mas papéis de empresas ligadas a metais pressionavam.

Às 10:26, o Ibovespa mostrava alta de 0,42%, aos 112.654,43 pontos.

A valorização do indicador nesta quarta-feira pós-feriado é suportada sobretudo por ganhos de ações que vinham sendo bastante pressionadas nas últimas semanas, como de empresas baseadas em alto crescimento (Banco Inter, Banco Pan) ou ligadas a consumo (Lojas Renner, Natura, Americanas).

Os futuros das bolsas de Nova York sinalizavam avanço antes de dados de inflação dos Estados Unidos, da divulgação da ata da reunião do Federal Reserve e após a abertura da temporada de balanços trimestrais, com o JPMorgan superando as projeções.

Na Europa, os principais índices também tinham valorização, após balanços trimestrais de SAP e de LVMH. O otimismo era contido por temores de alta de juros na região para conter a inflação. Na Ásia, números fortes de exportação da China repercutiram positivamente. Mas o temor de crise imobiliária com a derrocada da Evergrande seguia rondando os negócios.

(Por Aluísio Alves)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).