SÃO PAULO (Reuters) – O principal índice brasileiro de ações esboçava uma reação nesta quarta-feira, com investidores no aguardo de novidades sobre um programa social do governo brasileiro e seus impactos fiscais, em um dia misto nas bolsas internacionais.

Às 10:17, o Ibovespa, índice com as 91 ações de maior liquidez, mostrava alta de 0,74%, aos 111.490,18 pontos.

Na véspera, na contramão do otimismo internacional, o índice tombou 3,28%, na maior queda diária desde março, depois de chegar a cair abaixo dos 110 mil pontos durante a sessão, em meio a notícias de que o governo brasileiro planejava contornar o teto de gastos para financiar o pagamento um programa de transferência de renda.

“Os investidores continuarão atentos à queda de braço entre os integrantes do Ministério da Economia e a ala política do governo, que continua pressionando para que a maior parte do novo programa… fique fora do teto dos gastos”, afirmou a equipe de análise econômica da Sul América Investimentos.

Os índices futuros das bolsas de Nova York tinham leve variação, após altas robustas nas últimas duas sessões, com grandes empresas reportando resultados acima das expectativas.

Os índices das bolsas europeias também tinha variações moderadas. Os preços do petróleo recuavam, refletindo o aumento dos estoques norte-americanos na última semana e a sinalização do governo chinês de aliviar a produção de carvão.

(Por Aluísio Alves)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).