A fabricante de fármacos Hypera anunciou nesta sexta-feira que teve lucro líquido de 470,6 milhões de reais no segundo trimestre, alta de 18,7% ante igual etapa de 2020.

O lucro das operações continuadas da companhia somou 479,4 milhões de reais, alta de 20,1% sobre um ano antes. A previsão media de analistas para o lucro da companhia no período era de 452 milhões de reais, segundo dados da Refinitiv.

Já o resultado operacional da Hypera medido pelo lucro antes de impostos, juros, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) da empresa foi de 591,9 milhões de reais entre abril e junho, crescimento de 31,8% sobre um ano antes. A previsão media de analistas para o Ebitda da Hypera no segundo trimestre era de 530 milhões de reais.

A Hypera viu suba receita líquida crescer 43,5% no trimestre, sobre um ano antes, para 1,507 bilhão de reais, com impulso da aquisição dos negócios da Takeda e da família Buscopan, além do crescimento orgânico de 23,3% das venda no varejo, 1,1 ponto percentual acima da média do mercado.

As despesas com vendas, embora tenham crescido 7,9%, para 151,7 milhões de reais, tiveram uma redução de 3,3 pontos em relação à receita líquida, para 10,1%.

Porém, um aumento de 14,4% das despesas administrativas, de 23,3% das despesas comerciais, além da piora de 56% no resultado financeiro levaram a uma queda de 3,5 pontos percentuais da margem Ebitda, a 39,3%.

(Por Aluísio Alves)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).