BRASÍLIA (Reuters) – A diretora de Assuntos Internacionais e de Gestão de Riscos Corporativos​ do Banco Central, Fernanda Guardado, afirmou nesta terça-feira que existe “certa preocupação” com a volatilidade que os criptoativos podem trazer ao sistema financeiro, mas não para agora.

Em webinário promovido pela Aberj, ela afirmou que os criptoativos são vistos mais como um ativo financeiro e um investimento pelos brasileiros em meio à busca por ativos no exterior.

“Há uma certa preocupação com os impactos que a volatilidade desses ativos podem trazer diante de uma demanda muito grande, de um avanço muito grande dentro de balanços de fundos, e portfólios e bancos no tempo, não agora”, afirmou.

Sem especificar a moeda, Guardado afirmou que um volume de 20 bilhões já é observado em criptoativos detidos por brasileiros. Segundo dados até setembro do BC, o estoque total já alocado historicamente pelos brasileiros em criptoativos é de 12 bilhões de dólares.

Sobre a moeda digital brasileira, ela afirmou que a CBDC ainda está em fase embrionária e que o BC quer tocar o tema “com bastante cuidado”.

(Por Marcela Ayres)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).