Por Paula Arend Laier

(Reuters) – A Gol comunicou nesta sexta-feira que concluiu refinanciamento de dívida de 1,2 bilhão de reais, com vencimento em 2024, o que permitirá que a companhia aérea retorne ao seu menor patamar de dívida de curto prazo desde 2014.

“O refinanciamento da dívida de curto prazo da Gol estenderá o prazo médio dos passivos para 3,3 anos – um aumento de mais de dois anos”, afirmou. Os recursos serão usados para refinanciar saldo remanescente de emissão de debêntures, linhas de crédito de financiamento à importação e capital de giro.

A empresa disse que o refinanciamento representa a última etapa do seu programa de ‘liability management’, pelo qual usou ativos do seu balanço patrimonial para reduzir em 2,1 bilhões de reais a dívida de curto prazo em 12 meses findos em junho.

Também afirmou que, em parceria com seus provedores de leasing de aeronaves, manteve o passivo de arrendamentos em aproximadamente 45% do total do endividamento no mesmo período.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).