WASHINGTON (Reuters) – Os gastos com construção nos Estados Unidos ficaram inesperadamente estáveis ​​em agosto, uma vez que um aumento nos projetos do setor público foi ofuscado pela fraqueza no segmento privado.

O Departamento do Comércio dos EUA informou nesta sexta-feira que a leitura inalterada nos gastos com construção sucedeu um ganho de 0,3% em julho. Os gastos com construção aumentaram 8,9% em agosto em relação ao mesmo período do ano anterior. Economistas consultados pela Reuters previam acréscimo de 0,3% nos gastos com construção.

Os investimentos em projetos de construção privados caíram 0,1%, após avançarem 0,2% em julho. Os gastos com construção residencial subiram 0,4%, provavelmente impulsionados por obras de reforma, após alta na mesma margem em julho.

Os gastos com construção de moradias unifamiliares caíram 0,7%, e os gastos com projetos habitacionais multifamiliares recuaram 0,8%. A construção de moradias está sendo prejudicada pelo preço alto dos materiais de construção, assim como pela escassez de terrenos e mão de obra.

O investimento na construção privada não residencial, como gás e perfuração de poços de petróleo, caiu 1,0% em agosto.

Os gastos com obras públicas aumentaram 0,5% em agosto, igualando o ganho de julho.

(Por Lucia Mutikani)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).