A euforia do mercado acionário global ameaça desfazer parte da recente onda de aquisições.

Mais de US$ 170 bilhões em aquisições de empresas listadas foram acordadas globalmente no mês que antecedeu o anúncio da Pfizer, em 9 de novembro, sobre os resultados promissores dos ensaios de sua vacina, de acordo com dados compilados pela Bloomberg. A valorização das ações depois disso fez com que muitos dos acordos recém-fechados parecessem subitamente menos generosos.

Alvos de US$ 23 bilhões desses acordos agora são negociados com preços acima das ofertas, indicando que investidores podem esperar um obstáculo ou uma oferta concorrente. A crise de coronavírus está “confundindo os limites entre consolidação e oportunismo”, disse Josh Rosen, analista de situações especiais da United First Partners.

“A maré está chegando para compradores que lançaram ofertas medíocres no meio da pandemia”, disse Rosen. “Por que os acionistas deveriam concordar com valuations de ações não ajustadas, modeladas em meio à pior pandemia de que há memória?”

A Lone Star Funds elevou sua oferta pela incorporadora de condomínios de aposentados britânica McCarthy & Stone para 647 milhões de libras (US$ 860 milhões) na segunda-feira, cedendo à oposição dos investidores poucas horas antes de votarem o acordo. A oferta inicial parecia “muito barata” após uma reclassificação do setor, disse na semana passada Massimo Stabilini, ex-executivo da Paulson & Co. que comanda o hedge fund Sinclair Capital.

Outros alvos sendo negociados acima das ofertas de aquisição pendentes incluem as ações da mineradora de cobre listada em Londres KAZ Minerals, que recebeu uma proposta de compra de US$ 2,4 bilhões de seu maior acionista. Um grupo de investidores que se opõe à oferta, liderado por Maxim Vorobyev, que possui 3,6% da empresa, disse que a proposta tenta “aproveitar” a queda das ações da KAZ devido à Covid-19 e não reflete seu potencial de crescimento.

James Johnstone, gestor de outro acionista dissidente, a RWC Partners, disse que o desenvolvimento de vacinas e a eleição de Joe Biden à presidência dos EUA “aumentaram substancialmente os preços globais dos ativos” desde que a oferta foi lançada. As ações da KAZ fecharam a sexta-feira em 661,80 pence, ou 3,4% acima da oferta de 640 pence por ação.

“Conselhos de empresas a serem adquiridas em acordos definitivos devem pesar a contínua valorização das ações em relação à proposta que assinaram na época”, disse Brett Buckley, estrategista da WallachBeth Capital.

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).