WASHINGTON (Reuters) – Os estoques empresariais dos Estados Unidos aumentaram com força em agosto, embora varejistas de veículos continuassem enfrentando dificuldades para reabastecer os estoques em meio à contínua escassez global de semicondutores, que está forçando os fabricantes de automóveis a cortarem sua produção.

Os estoques das empresas subiram 0,6%, após alta semelhante em julho, informou o Departamento de Comércio dos EUA nesta sexta-feira. Os estoques são um componente importante do Produto Interno Bruto (PIB) do país. A alta de agosto ficou em linha com as expectativas de economistas.

Os estoques subiram 7,4% em agosto ante o mesmo período do ano anterior. Os estoques no varejo avançaram 0,1% em agosto, conforme o estimado em um relatório prévio publicado no mês passado, após alta de 0,4% em julho. Os estoques de veículos caíram 1,4%, em vez de 1,5% previsto no mês passado.

Os estoques no varejo excluindo automóveis, dado que entra no cálculo do PIB, aumentaram 0,6%, de acordo com o estimado no mês passado.

Os estoques empresariais foram esvaziados na primeira metade do ano, e a escassez em meio a persistentes gargalos de oferta devido à pandemia e ao congestionamento dos portos nos EUA e China estão dificultando a recomposição dos estoques.

(Por Lucia Mutikani)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).