Máquinas de vendas em pontos estratégicos são uma nova aposta para simplificar a vida dos consumidores de vinho. Com a consultoria de sommeliers, inciativas como Adega Compartilhada e Wine4u buscam oferecer comodidade e curadoria sem acréscimo no valor de venda. As iniciativas já estão presentes em várias regiões do país e possuem planos ambiciosos de expansão para 2021.

Como funcionam as vending machines? As máquinas de vinho seguem o mesmo formato das utilizadas para refrigerantes, sucos e petiscos: o consumidor realiza o pagamento e a máquina disponibiliza a garrafa escolhida em um compartilhamento para ser retirada.

A grande diferença é que nesses casos o serviço é especializado. As empresas realizam uma curadoria dos produtos para garantir sua qualidade e oferecem condições ideais de armazenamento.

Adega Compartilhada

A startup Adega Compartilhada foi lançada como a primeira rede de vending machines de vinhos da América Latina. O proposta surgiu da junção de habilidades dos seus fundadores. Luciano Barbirato atua como executivo de TI, empreendedor serial e investidor anjo, Marcio Marson é especialista no desenvolvimento de projetos e marcas de vinhos, e Leandro Altieri, trabalha com o segmento de vending machines.

O passo inicial do negócio foi uma parceria com a plataforma de moradia por assinatura Housi. A unidade Bela Cintra, na cidade de São Paulo, foi a primeira a receber uma adega compartilhada, em abril de 2020.

Como está o crescimento? Ao longo dos últimos meses, o negócio começou a se diversificar. Hoje, a empresa possui seis adegas espalhadas pelo país, em locais que incluem hotéis, aeroportos, shoppings e condomínios. “Três meses depois [do lançamento], no auge da pandemia tínhamos a opção de adquirir mais adegas e essa foi a nossa aposta. Chegaram mais cinco unidades, que foram instaladas em locais parceiros de perfis diferentes”, conta Luciano Barbirato.

Como funciona a compra? As compras pela Adega Compartilhada funcionam da forma típica das vending machines: o pagamento é feito pela maquininha de cartão acoplada à máquina.

Qual é a faixa de preço? Os vinhos disponíveis vão de R$ 40 a R$ 12.000, de acordo com o perfil de cada local.

Como é feita a seleção? Os vinhos são escolhidos de acordo com os perfis de consumo dos frequentadores do local. Para fazer esse diagnóstico, a empresa realiza pesquisas de campo e busca obter informações sobre os interesses do público e sua média de gastos. A partir desse direcionamento, os rótulos são selecionados por um sommelier e atualizados conforme a evolução do público e a oferta do mercado.

sócios da Adega Compartilhada inauguram vending machine de vinhos na Housi Faria Lima

Marcio Marson, Luciano Barbirato e Leandro Altieri, sócios da Adega Compartilhada, inauguram vending machine de vinhos na Housi Faria Lima.
Crédito: Divulgação

Quais são os modelos de negócio oferecidos? A implementação e operação das vending machines fica sob responsabilidade total da Adega Compartilhada, que continua sendo a detentora das máquinas. Cabe ao proprietário do local, apenas a disponibilização do espaço. Em troca do ponto de venda, a empresa repassa ao locatário até 7% do faturamento da máquina e mais 1% pelos custos paralelos.

Onde estão presentes? Até o momento, existem unidades ativas em São Paulo, Rio Grande do Sul, Alagoas, Pernambuco e no Distrito Federal.

Quais são as perspectivas para o futuro? “Hoje, a gente está trabalhando com investimentos próprios e ainda tem algum fôlego para trabalhar dessa forma, mas a ideia é expandir. A gente está em busca de investidores anjo para continuar atendendo aos nossos parceiros e também buscar novos”, afirma Barbirato.

Uma expansão da parceria com a Housi, divulgada recentemente, vem somar nesse sentido. A ideia é instalar vending machines nos 47 flagships, empreendimentos-conceito da marca espalhados por todas as regiões brasileiras.

“A gente entendeu na Housi que a moradia tem que estar associada a serviços e tecnologia. As pessoas querem soluções para ganhar mais praticidade e um dos serviços que a gente viu ter mais aderência foi o da Adega Compartilhada”, explica Alexandre Frankel, CEO da Housi.

Wine4u

A Wine4u, em operação desde novembro de 2020, é uma iniciativa da rede de mercados autônomos Market4u e já conta com 300 máquinas pelo país.

O Market4u começou com a proposta de levar produtos vendidos em mercados para dentro de condomínios residenciais. Hoje, também implementa vending machines e minimercados em estabelecimentos comerciais, academias e hotéis.

vending machine de vinhos wine4u

Laura Fronza, Desinger da Market4u, ao lado de vending machine de vinhos. Crédito: Divulgação.

Como está o crescimento? Os vinhos surgiram como uma oportunidade de segmentação. De acordo com Eduardo Cordova, CEO da Market4u, o crescimento vem sendo acelerado. “Agora que começou a esfriar, aumentou muito o volume de vendas. Só na nossa operação estão sendo vendidas mais de 10 mil garrafas por mês”, ele comenta.

Como funciona a compra? A adega da Wine4u é destravada por meio do aplicativo, apenas para maiores de 18 anos e o pagamento também é feito por lá.

Qual é a faixa de preço? Os preços dos vinhos variam de R$ 29 a R$ 200.

Como é feita a seleção? A curadoria é feita por um time de sommeliers e atualizada a cada estação. Por meio de inteligência artificial o aplicativo estabelece o perfil de cada cliente e forma um banco de dados. Assim, quanto mais a máquina é utilizada, mais precisas se tornam a oferta de vinhos e a disponibilidade de promoções.

Quais são os modelos de negócio oferecidos? Quem quer ter uma máquina da Wine4u pode optar por apenas contratar o serviço, disponibilizando o espaço para que a Market4u opere a máquina por conta própria ou obter uma franquia. Nesse caso, o investimento total é de R$ 7 mil (R$ 2 mil pela adega, R$ 2 mil de capital de giro e uma taxa de franquia de R$ 3 mil). Além do aporte inicial, a franquia cobra royalties de 10% em cima do faturamento mensal.

Onde estão presentes? A maior concentração de máquinas está em Curitiba e São Paulo, mas a presença é nacional. Hoje, a iniciativa abrange 74 cidades brasileiras.

Quais são as perspectivas para o futuro? Hoje, a Wine4u possui 300 adegas em funcionamento. A previsão é terminar 2021 com mais de 1000 unidades e um faturamento anual de R$ 20 milhões.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).