O governo brasileiro decidiu aderir à tendência do hambúrguer vegetal.

A Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária), empresa estatal que é uma referência mundial na área de pesquisa agropecuária, desenvolveu a sua versão de hambúrguer feito à base de planta. Ele já está à venda em alguns supermercados no estado do Rio de Janeiro.

Como foi produzido o hambúrguer da Embrapa? O “novo burguer”, como é chamado, é feito com fibra de caju, proteína de soja, cebola, tomate, pimentão, corante natural e temperos e tem características sensoriais assemelhadas ao hambúrguer de carne.

O novo burguer utiliza o bagaço do caju, geralmente eliminado pela indústria de suco ou revendido para alimentação de animais.

Para quem esse hambúrguer é destinado? O produto foi criado para pessoas batizadas como “flexitarianos”: são pessoas que, apesar de gostarem de carne bovina, querem balancear a dieta e buscam reduzir o consumo de proteína animal. “São diferentes de vegetarianos ou veganos que não gostam do sabor da carne e não querem alimentos que simulem a carne”, explica a engenheira de alimentos Janice Ribeiro Lima.

Como nasceu a pesquisa da Embrapa? Janice é pesquisadora da Embrapa na unidade da estatal responsável por desenvolver a agroindústria de alimentos, que fica no Rio de Janeiro. Ela começou a criar alternativas para carne em pesquisas iniciadas em 2007, quando ainda trabalhava na Embrapa do Ceará.

Janice Lima e as equipes de pesquisadores já desenvolveram outros produtos como o hambúrguer de fibra de caju e de feijão de corda para vegetarianos e também substitutos para rechear coxinhas e bolinhos.

Qual o custo desse hambúrguer vegetal estatal? Depende do varejista. Janice diz apenas que o custo é maior do que o hambúrguer tradicional, que tem maior produção em escala, distribuição e venda. O produto é fabricado e comercializado pela Sottile Alimentos, empresa de Niterói (RJ) que tem acordo com a Embrapa.

Quem mais desenvolveu hambúrguer vegetal no Brasil? A Fazenda Futuro é considerada a pioneira no desenvolvimento do produto no mercado doméstico. Mais recentemente, a Marfrig lançou a sua versão, que é fabricada em larga escala, a ponto de abastecer a rede de fast food Burger King no Brasil.

(Com Agência Brasil)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).