SÃO PAULO (Reuters) – O alívio pós-Copom durou pouco, e o dólar fechou em alta nesta quinta-feira, acima dos 5,20 reais, puxado por forte estresse no mercado de juros futuros em decorrência da escalada de tensões fiscais e políticas no país.

O dólar à vista subiu 0,53%, a 5,2163 reais na venda. O real saiu do melhor desempenho global entre as principais moedas na sessão para figurar entre os piores.

O dólar começou o dia em queda e por volta de 10h40 bateu a mínima do dia (5,1108 reais, baixa de 1,51%). A moeda ficou em torno desse patamar até perto de 11h30, quando as compras aceleraram e puxaram a moeda para cima.

A cotação ampliou de forma paulatina os ganhos ao longo de toda a tarde e bateu uma máxima de 5,227 reais (+0,73%) em torno de 15h40.

(Por José de Castro)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).