SÃO PAULO (Reuters) – O dólar começou os negócios desta quarta-feira em leve baixa, que nem de perto anula os fortes ganhos da véspera, com o mercado de câmbio ainda em modo conservador em meio a temores de ameaça à credibilidade fiscal depois de propostas de despesas fora do teto de gastos.

O dólar à vista caía 0,18%, a 5,5855 reais, às 9h07 (de Brasília), e já chegou a zerar a queda. Na B3, o dólar futuro de primeiro vencimento recuava 0,11%, a 5,5920 reais, após bater 5,6040 reais.

Na terça, a cotação no mercado à vista saltou 1,35%, a 5,5956 reais, máxima de fechamento desde 15 de abril (5,6276 reais).

Os juros futuros, que dispararam mais de 50 pontos-base na véspera, rondavam estabilidade, mas ainda com viés de alta.

(Por José de Castro)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).