O grupo SBF, dono da varejista de artigos esportivos Centauro, anunciou hoje a compra da operação da Nike no Brasil. O negócio foi avaliado em R$ 900 milhões, segundo a empresa brasileira. O acordo entre as duas empresas prevê que a Centauro ficará responsável pelo comércio eletrônico e lojas físicas da Nike.

Que mais o acordo prevê? O grupo SBF cuidará de forma exclusiva da distribuição, da política comercial, das vendas e da gestão das lojas da Nike.

Qual o contexto desse negócio? No ano passado, a Centauro tentou comprar a Netshoes, mas perdeu o negócio para o Magazine Luiza. No mundo todo, as categorias de vestuário e artigos esportivos são as que mais crescem no e-commerce. Com esse acordo, a Centauro reforça sua atuação no comércio eletrônico de artigos esportivos.

O que o acordo garante para a Centauro? O Grupo SBF terá exclusividade na distribuição de produtos da Nike, incluindo roupas, calçados, acessórios, equipamentos e itens licenciados no país, passando a operar todos os canais de venda (varejo online e físico) da marca localmente.

Como ficará a estrutura das empresas? A gestão será independente. Para que isso aconteça, o grupo SBF atuará como uma holding, tendo  Centauro e a Nike do Brasil como unidades de negócios completamente separadas em seu guarda-chuva. “Isso garantirá que as operações sejam gerenciadas e desenvolvidas de forma independente”, informa a companhia.

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).