A BRF, empresa dona de marcas como Sadia, Perdigão e Miss Daisy, voltou a registrar lucro líquido em 2019, após quatro anos operando no prejuízo. É isso o que mostra o balanço de resultados do período entre outubro e dezembro, divulgado nesta terça-feira (3) antes da abertura dos mercados. O desempenho foi favorecido pelo aumento de vendas e exportações de carnes para a Ásia, além de ações estratégicas de reposicionamento da companhia.

No ano, a BRF registrou lucro de R$1,213 bilhão, revertendo o prejuízo de R$ 2,115 bilhões em 2018.

Veja outros destaques do balanço:

  • O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização), um indicador de desempenho operacional, foi de R$ 1,413 bilhão no último trimestre de 2019, alta de quase 68% ano a ano.
  • No quarto trimestre, o lucro líquido foi R$ 690 milhões, ante R$ 313 milhões na comparação anual.
  • O volume de vendas no Brasil cresceu 2%.
  • As exportações aumentaram 6,3%, com destaque para a alta na carne suína (47,4%). Isso é reflexo da peste suína ocorrida na Ásia no ano passado, que aumentou a demanda da região por carnes brasileiras.
  • Em razão de ações de reposicionamento e realocação de mercados e preços, o market share (participação no mercado) no Brasil caiu 2,2 pontos percentuais, para 43,2% do mercado nacional.
  • As campanhas de comemorativos, para comemorar as festas de fim de ano, tiveram o melhor resultado desde 2015.
  • A nota de crédito da empresa avançou. A agência de classificação de risco S&P elevou a nota da companhia de estável para positiva, e a Moody’s, de negativa para estável.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu WhatsApp? É só entrar no grupo pelo link: https://6minutos.uol.com.br/whatsapp.