WASHINGTON (Reuters) – O déficit comercial dos Estados Unidos atingiu uma máxima recorde em junho, uma vez que os esforços das empresas em recompor os estoques para atender à demanda robusta de gastos do consumidor atraíram mais importações.

O Departamento do Comércio informou nesta quarta-feira que o déficit comercial aumentou 6,7%, para 75,7 bilhões de dólares em junho, um recorde histórico.

Economistas consultados pela Reuters esperavam um déficit de 74,1 bilhões de dólares.

As importações de bens aumentaram 1,8%, para 239,1 bilhões de dólares, também uma máxima recorde. As exportações de bens aumentaram 0,2%, para 145,9 bilhões de dólares em junho, máxima histórica.

(Por Lucia Mutikani)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).