WASHINGTON (Reuters) – O déficit comercial de bens dos Estados Unidos aumentou em setembro, enquanto as exportações caíram, sugerindo que o comércio provavelmente pesou novamente sobre o crescimento econômico no terceiro trimestre.

O déficit comercial de bens aumentou 9,2%, para 96,3 bilhões de dólares, informou o Departamento do Comércio nesta quarta-feira. As exportações de bens caíram 4,7%, enquanto as importações aumentaram 0,5%.

O relatório, publicado antes dos dados do Produto Interno Bruto (PIB) do terceiro trimestre, também mostrou que os estoques no atacado aumentaram 1,1% no mês passado.

Os estoques varejistas caíram 0,2%, puxados por uma queda de 2,4% nos estoques nas concessionárias, reflexo de uma escassez global de chips que está limitando a produção de veículos.

Os estoques no varejo excluindo automóveis, que entram no cálculo do PIB, aumentaram 0,6%.

De acordo com pesquisa da Reuters com economistas, a economia dos EUA deve ter crescido a uma taxa anualizada de 2,7% no terceiro trimestre, uma desaceleração em relação aos 6,7% registrados no segundo trimestre.

(Por Lucia Mutikani)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).