O conselho de administração da CVC Brasil aprovou na quinta-feira (10) aumento de capital que pode chegar a R$ 703 milhões, com subscrição privada a R$ 12,84 por ação, de acordo com fato relevante da operadora de turismo.

O valor representa um desconto de 33,5% em relação à cotação de fechamento do papel da véspera, de 19,30 reais.

A operação prevê emissão de 15.576.324 ações no mínimo e 23.500.000 papéis, no máximo, e contempla uma potencial emissão de até 31.255.000 ações adicionais como bônus de subscrição.

Os acionistas terão direito de preferência para subscrever ações na proporção de 0,1574298678 nova ação ordinária para cada 1 ação de que forem titulares, conforme a posição acionária que possuírem no dia 14 de julho. O bônus, por sua vez, dará ao seu titular o direito de subscrever 1,33 ação.

Se incluído o bônus de subscrição, os acionistas que não participarem do aumento poderão ter suas respectivas participações diluídas entre 23,87% e 26,83%.

Os recursos, segundo a CVC Brasil, serão destinados ao fortalecimento de sua posição de caixa para viabilizar a retomada das vendas a crédito e parceladas, que compõem aproximadamente 85% do total das suas vendas.

Também ajudará a preparar a empresa para um cenário de curto prazo ainda marcado por grande volatilidade e incerteza em razão da pandemia de Covid-19, acrescentou.

Leia também:

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu WhatsApp? É só entrar no grupo pelo link: https://6minutos.uol.com.br/whatsapp.