FRANKFURT (Reuters) – O crescimento econômico alemão deve desacelerar drasticamente no quarto trimestre deste ano, já que a indústria continua sofrendo com a escassez de oferta e a demanda por serviços em esfriamento, disse o Bundesbank em relatório mensal nesta segunda-feira.

A maior economia da Europa cresceu no verão (europeu), mas gargalos inesperados na cadeia de suprimentos estão agora travando seu vasto setor de fabricação de automóveis, enquanto custos mais altos de energia e preocupações persistentes com a pandemia do coronavírus podem atingir o sentimento do consumidor, disseram economistas.

“O crescimento deve desacelerar significativamente no trimestre atual”, disse o Bundesbank, acrescentando que o crescimento para o ano inteiro provavelmente será “significativamente” abaixo da previsão de 3,7% feita em junho.

“O forte impulso no setor de serviços deve diminuir consideravelmente”, disse o banco. “O setor manufatureiro deve continuar sofrendo com problemas de entrega.”

(Por Balazs Koranyi)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).