RIO DE JANEIRO (Reuters) – O consumo de energia elétrica no Brasil recuou 2,4% na primeira metade de novembro, ante o mesmo período de 2020, para 61.924 MW médios, mantendo uma tendência de queda na comparação anual, apontaram dados preliminares da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) nesta terça-feira.

“As temperaturas mais amenas dos últimos dias nas regiões Sul e Sudeste, que costumam demandar mais energia do Sistema Interligado Nacional (SIN), são a principal explicação para o resultado”, disse a CCEE, em nota. O menor uso de ar condicionado acaba colaborando para reduzir a demanda por eletricidade.

O declínio foi puxado pela menor demanda do mercado regulado, que atende consumidores de menor porte, como pequenos comércios e as residências, disse a câmara. Neste ambiente foram utilizados 39.987 MW médios, volume 6,1% menor na comparação anual.

Já no mercado livre, que fornece eletricidade para clientes de alta tensão, como indústrias e shoppings, o consumo foi de 21.938 MW médios, avanço de 5,2% em relação ao mesmo período do ano passado.

(Por Marta Nogueira)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).