Por Michael Nienaber e Balazs Koranyi

BERLIM/FRANKFURT (Reuters) – A confiança das empresas alemãs se deteriorou pelo quarto mês consecutivo em outubro, com gargalos no fornecimento no setor de manufatura, alta nos preços da energia e aumento das infecções por Covid-19 desacelerando o ritmo de recuperação da pandemia na maior economia da Europa.

O instituto Ifo informou nesta segunda-feira que seu índice de clima de negócios caiu para 97,7, de 98,9 (número revisado para cima) de setembro. Foi a leitura mais baixa desde abril e aquém da previsão de consenso de 97,9 em pesquisa da Reuters.

A confiança mais fraca do que o esperado vem depois de uma perspectiva sombria do banco central da Alemanha, o qual disse em seu relatório mensal que o crescimento econômico provavelmente desacelerará acentuadamente no quarto trimestre.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).