WASHINGTON (Reuters) – O comitê diretor do Fundo Monetário Internacional vai pedir nesta quinta-feira maior monitoramento da dinâmica da inflação e que as autoridades estejam preparadas para adotar “ações defensivas para manter a estabilidade de preços”, segundo esboço de comunicado visto pela Reuters.

O comunicado, a ser divulgado pelo Comitê Financeiro e Monetário Internacional do Fundo, destaca as preocupações significativamente elevadas nas reuniões anuais do FMI e do Banco Mundial esta semana de que os saltos da inflação podem ser mais duradouros.

“Ainda se considera que o atual salto na inflação deve-se a esses fatores temporários, mas agora parece menos transitória do que esperado antes, e riscos de alta ao cenário inflacionário no curto prazo estão aumentando em uma série de países”, disse o comitê, formado por 24 membros.

(Reportagem de David Lawder e Jan Strupczewski)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).