O iFood vai reduzir a taxa de entrega cobrada dos restaurantes a partir do dia 11 deste mês. A medida acontece após a volta de todas as regiões de São Paulo para a fase vermelha, a mais restritiva, do plano de combate ao coronavírus. Nessa fase, bares e restaurantes só podem atender pelos sistemas de retirada, entrega e drive-thru.

De quanto vai ser a redução da taxa? Para quem opera via entrega iFood (com logística da plataforma), a taxa cairá de 23% para 18%. Para os que atuam no marketplace (com entrega própria), a taxa será reduzida de 12% para 11%. As reduções se estendem até o fim do mês de março.

Que mais foi anunciado? Para que os parceiros mantenham seu caixa, o iFood continuará antecipando pagamentos (em até 7 dias após a venda) sem custo financeiro para os restaurantes pelos próximos 3 meses.

A empresa também promete liberar empréstimos pelo Banco de Restaurantes iFood.

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).