O dinheiro reina absoluto como meio de pagamento mais usado pelos usuários da 99. Do total de corridas realizadas pelos motoristas do aplicativo, 70% são pagas com dinheiro. Mas esse percentual deve cair se depender dos esforços da 99 para ampliar a base de usuários da 99Pay, sua carteira digital lançada em meados do ano passado.

Números da empresa mostram que esse percentual caiu para 60% nas cidades em que a 99Pay foi lançada. A tendência é que essa fatia diminua ainda mais com a expansão da carteira para cidades maiores.

Hoje, a carteira 99Pay está em nove cidades – Curitiba, Uberlândia, São José dos Campos, Campinas, Cuiabá, Marília, Maringá, Piracicaba e Porto Alegre. A meta é levá-la para todas as capitais do país até o final deste ano.

Quais as vantagens da 99Pay? A carteira da 99Pay é a única que permite que a recarga seja feita com o motorista do aplicativo. Ou seja, o usuário dá ao motorista a quantia que deseja que seja creditada em sua carteira. O motorista, por sua vez, recebe uma comissão de 5% do valor da recarga (limitado a R$ 5).

“Ele pode recarregar a carteira por boleto, transferência ou diretamente com o motorista. É a única que aceita cartão de crédito e débito para recarregar”, afirma Maurício Orsolini Filho, diretor da 99Pay.

Outro diferencial é o chamado troco na carteira, que é uma espécie de facilitador de troco para os motoristas. Quando o usuário paga uma corrida em dinheiro, o troco pode ser devolvido por meio de crédito na carteira 99Pay.

Para incentivar que os usuários mantenham seus recursos na carteira digital, a 99 pagará uma remuneração de 220% do CDI sobre o saldo depositado. Esse percentual é maior que os 210% pagos pela PicPay, por exemplo.

Os usuários ganham ainda benefícios adicionais, como cashback e descontos para serem usados na 99 e 99 Food. “Nossa estratégia é mostrar que na carteira digital o dinheiro do usuário vale mais. Seja com o cashback, com o desconto ou rendimento, o usuário tem benefícios ao usar a carteira”, diz Orsolini Filho.

O que mais vem por aí? Como outras carteiras já disponíveis no mercado, a 99Pay permite que os usuários paguem boletos, contas de consumo e façam recarga de celular. “Os usuários da carteira podem pagar a corrida, fazer uma transferência, pagar boletos e contas de consumo. Tudo isso são serviços que os desbancarizados tinham que fazer na rua. A carteira promove essa bancarização”, diz Maurício Orsolini Filho.

A meta é incluir novos serviços financeiros a esse leque, como integração com o Pix e recarga de bilhete de transporte público.

Também está na mesa a possibilidade de oferecer um cartão de débito para usuários da 99Pay. Mas Orsolini Filho diz que existem outras melhorias a serem feitas antes do lançamento do cartão.

A 99 vai brigar com as outras carteiras do mercado? O executivo diz que a 99 não precisa disputar esse espaço, pois já conta com uma base de usuários do app de transporte de 20 milhões de pessoas. Todos eles em algum momento poderão, se quiserem, usar a 99Pay.

Mauricio Orsolini Filho
Crédito: Divulgação

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).