O C6 Bank quer ampliar a oferta de fundos ESG (sigla em inglês para governança ambiental, social e corporativa) daqui para frente. Atualmente, a empresa oferece quatro fundos deste tipo.

O que são estes fundos? São administrados por um gestor, que investe os recursos em companhias com políticas sustentáveis. Segundo uma pesquisa do Morgan Stanley, com dados do primeiro semestre do ano passado, os fundos ESG tiveram retorno médio quatro pontos percentuais acima dos fundos tradicionais.

Em janeiro deste ano, o patrimônio líquido aplicado em fundos de ações ESG chegou a R$ 830,4 milhões, segundo a Anbima (Associação Brasileira de Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais), o que representa um crescimento de 48% em comparação ao mesmo período do ano passado.

Como são as aplicações no C6? As aplicações iniciais variam de R$ 100 a R$ 20 mil, com taxas de administração entre 1,38% e 2,5% ao ano. Alguns cobram taxa de performance.

Quais os fundos ofertados pelo banco? SulAmerica Total Impacto FIA , IGP FIC FIA ESG, Fama Ações FIC FIA e Brasil Capital 30 FIC FIA.

“Quando começamos a identificar que nossa base de clientes buscava produtos com os critérios ESG, selecionamos no mercado opções entre gestoras já reconhecidas nesse segmento”, diz Romildo Valente, head da área de investimentos do C6 Bank.

Para quem os fundos são indicados? Para quem busca diversificação e quer aumentar a exposição à renda variável.

O 6 Minutos faz parte da holding que controla o C6 Bank.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).