SÃO PAULO (Reuters) – A Cielo divulgou no final da terça-feira, após consultar seus controladores, o Banco do Brasil e o Bradesco, que não há tratativas em relação ao fechamento de capital da empresa de meios de pagamentos.

O esclarecimento enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) foi feito após reportagem do Valor Econômico afirmar, citando fontes próximas às companhias, que um anúncio de fechamento de capital pode estar mais perto de acontecer.

“A Cielo afirma que a notícia mencionada acima é inverídica e que o tema veiculado na referida matéria, fechamento de capital, não foi discutido no âmbito de seu conselho de administração”, afirmou a companhia.

Após consulta, o BB (BB Elo Cartões Participações) informou à Cielo que “não há tratativas no âmbito de governança do Banco do Brasil (BB) acerca de alterações na estrutura societária da Cielo, e que a referida notícia veiculada nesta data é inverídica”.

O Bradesco (Columbus Holding) também afirmou que “não há tratativas em relação ao fechamento de capital da Cielo. A notícia é inverídica”.

(Por Paula Arend Laier)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).