PEQUIM (Reuters) – A economia da China enfrenta novas pressões baixistas, mas as autoridades devem evitar implementar medidas econômicas de forma “agressiva e semelhante a uma campanha”, disse o primeiro-ministro, Li Keqiang, de acordo com a imprensa chinesa nesta segunda-feira.

A China deve intensificar os esforços para estabilizar seis áreas importantes, incluindo emprego, financiamento, comércio e investimento, disse Li segundo a mídia.

Mas o governo deve evitar adotar “uma abordagem semelhante a campanha, agressiva e padronizada” ao implementar medidas econômicas, disse Li.

(Por Kevin Yao e redação de Pequim)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).