O domínio de anos nas vendas de carros elétricos pela Tesla pode acabar em breve, pois fabricantes de automóveis tradicionais preparam uma série de novos modelos movidos a bateria.

“Não será fácil para a Tesla continuar nessa velocidade, porque o resto da indústria está avançando muito”, disse o CEO da BMW, Oliver Zipse, durante a conferência de tecnologia DLD All Stars.

O crescimento da Tesla nas entregas de veículos na Europa já desacelerou no ano passado e ficou quase em linha com a expansão geral do mercado de veículos elétricos, segundo Zipse.

Executivos do setor automotivo raramente fazem críticas aos concorrentes, de modo que os comentários do CEO refletem a recém-descoberta autoconfiança entre fabricantes tradicionais que investem bilhões de dólares eletrificando suas ofertas. A BMW está adicionando versões com bateria de seu SUV X1, bem como o 5 Series e o 7 Series.

A Volkswagen pode não estar longe de eclipsar a Tesla de Elon Musk neste ano. A empresa alemã planeja pelo menos dobrar a participação de suas vendas totalmente elétricas em 2021, com o topo de sua previsão indicando que poderia chegar perto das entregas esperadas da Tesla, de pelo menos 750.000 carros.

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).