O Carrefour concordou em suspender seu evento “Black Friday” na França, que acontecerá de 27 a 29 de novembro, disse uma porta-voz à Reuters nesta quinta-feira.

O ministro das Finanças, Bruno Le Maire, pediu na quarta-feira aos supermercados e varejistas online que adiem as vendas da Black Friday, com lojas que vendem produtos não essenciais permanecendo fechadas durante o lockdown.

A porta-voz disse que o presidente-executivo do Carrefour, Alexandre Bompard, conversou com La Maire por telefone.

“Alexandre Bompard disse que concordou em suspender a operação da Black Friday de 27 a 29 de novembro”, disse a porta-voz.

O chefe da Amazon France, Frederic Duval, não deu na quarta-feira nenhuma indicação de que a gigante do varejo online poderia cancelar seu evento da Black Friday.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).