SÃO PAULO (Reuters) – A empresa de private equity Carlyle Group fechou acordo com o Grupo Madero que prevê o aporte de 300 milhões de reais na rede de restaurantes e serão usados para a expansão da companhia, segundo comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) nesta segunda-feira.

A Carlyle está comprando cerca de 2,4 milhões de ações ordinárias adicionais do fundador Junior Durski, que permanecerá como acionista controlador do grupo Madero. A empresa de private equity, acionista da rede desde 2018, tem uma participação de 27,6% na companhia.

O Madero contratou recentemente bancos para seu IPO, mas a oferta de ações está paralisada a pedido da companhia, assim como outras operações.

(Por Tatiana Bautzer)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).