A Caixa se juntou ao grupo dos grandes bancos brasileiros com resultados positivos no segundo trimestre. A melhora do resultado do banco foi marcada pelo aumento da sua margem financeira (a diferença entre o juro que ela paga para captar e o juro que ela cobra ao emprestar) e por uma queda no crédito concedido a empresas.

Vamos aos números: A Caixa apresentou um lucro líquido contábil de R$ 4,212 bilhões no segundo trimestre, o que representou um aumento de 21,6% na comparação com o mesmo período de 2018. Em relação aos três meses imediatamente anteriores (janeiro a março deste ano), o crescimento foi de 7,4%.

O que puxou a melhora do balanço? O resultado do banco estatal de abril a junho foi impulsionado, conforme explica relatório que acompanha suas demonstrações financeiras, pelo aumento de 12,4% na margem financeira; as receitas de serviços ficaram estáveis e houve leve redução nas despesas administrativas.

E os empréstimos, como ficaram? A carteira de crédito da Caixa totalizou R$ 682,445 bilhões no segundo trimestre, uma queda de 0,5% em relação ao primeiro trimestre e de 1,9% em um ano. Tanto o segmento de pessoa física quanto o de jurídica encolheram no período, mas o destaque foi o segmento corporativo.

A carteira de crédito para pessoas jurídicas encolheu 9,4% na comparação com o primeiro trimestre deste ano e 30,7% na comparação anual; a carteira para pessoas físicas caiu 0,4% e 7,9%, respectivamente.

O banco teve queda na rentabilidade (medida pelo indicador de retorno sobre o patrimônio): ela ficou em 15,63% ao fim de junho, o que representou uma redução de 0,23 ponto percentual em relação a março.

Ações da Petrobras e PDV: Considerando ajustes, o lucro líquido recorrente da Caixa foi de R$ 3,704 bilhões, o que significou um crescimento de 3% em relação ao segundo trimestre de 2018. A diferença entre o lucro líquido contábil e o recorrente se dá, principalmente, por causa do impacto positivo de R$ 2,279 bilhões com a venda das ações da Petrobras.

A Caixa informou ainda que gastou R$ 683 milhões com o seu PDV (programa de desligamento voluntário de funcionários).

(Com Estadão Conteúdo)

A Caixa teve uma queda na sua carteira de empréstimos no segundo trimestre
Crédito: Bruno Rocha/Fotoarena/Estadão Conteúdo

 

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).