A C&A, uma das maiores varejistas de moda em atividade no país, vai negociar suas ações na Bolsa. A empresa pediu autorização para realizar uma oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês), segundo prospecto arquivado na Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Ainda não há data para o IPO.

A operação envolve lotes primário, ações novas cujos recursos da venda serão usados para pagar empréstimos entre empresas, do grupo e para expansão orgânica; e secundária, papéis detidos pelos sócios Cofra Investments e Incas SA, ambos com sede em Luxemburgo.

Ainda de acordo com o documento, a oferta será coordenada por Morgan Stanley, Bradesco, BBI, BTG Pactual, Citi, Santander e XP Investments.

A C&A foi fundada em 1841 pelos irmãos holandeses Clemens e August. Suas iniciais deram origem ao nome da marca. No Brasil desde 1976, a C&A tem mais de 270 lojas em 125 cidades e aproximadamente 16 mil profissionais empregados.

(Com Reuters)

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).