SÃO PAULO (Reuters) – A Bridgestone anunciou nesta quarta-feira que vai investir R$ 700 milhões em sua fábrica de pneus em Camaçari (BA), recursos que serão usados para expandir a capacidade em mais de 20%, afirmou a companhia em comunicado.

A decisão ocorre apesar do principal polo automotivo na região, da Ford, ter sido fechado pela montadora norte-americana, que em janeiro anunciou o fim da produção de seus veículos no Brasil.

Segundo a Bridgestone, as obras de ampliação da fábrica inaugurada em 2006 em Camaçari começam este ano. O plano envolve aumento de produção anual da unidade de 3,5 milhões para 4,3 milhões de pneus.

“Este investimento faz parte de um plano de médio prazo de crescimento sustentável no Brasil, focado no mercado premium de pneus e na produção de pneus para veículos mais sustentáveis e elétricos/híbridos”, afirmou o presidente da Bridgestone para o Sul da América Latina, Fabio Fossen, no comunicado.

A unidade de Camaçari produz pneus para carros, caminhonetes e picapes, destinados a montadoras, reposição e exportação. A Bridgestone já investiu R$ 1 bilhão na fábrica desde a inauguração.

Além de Camaçari, a Bridgestone tem uma outra fábrica de pneus em Santo André (SP) e duas fábricas de bandas de rodagem Bandag, em Campinas (SP) e Mafra (SC).

(Por Alberto Alerigi Jr.)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).