SÃO PAULO (Reuters) – A Braskem enviou ao órgão responsável pelo mercado de capitais dos Estados Unidos (SEC) um pedido de oferta pública primária e secundária de ações, segundo documento disponibilizado ao mercado.

O prospecto afirma que a venda das ações vai ocorrer “de tempos em tempos” e a companhia não especifica a quantidade de papéis integrantes da oferta nem quem são os acionistas vendedores, embora seja de conhecimento público que Petrobras e Novonor, acionistas controladores da empresa, estejam estudando há meses a venda de suas fatias na companhia.

A Petrobras anunciou na semana passada que espera realizar a venda de até 100% das ações preferenciais que detém na Braskem até fevereiro. Na ocasião, a companhia também reiterou que a venda será realizada por meio de uma oferta secundária de ações (follow-on) conjunta com a Novonor.

O prospecto publicado nesta sexta-feira afirma que a oferta é feita sob o procedimento de prateleira (“shelf”) em que a Braskem poderá vender qualquer combinação de ações ordinárias e preferenciais classe A em uma ou mais ocasiões, o mesmo valendo para os acionistas vendedores.

Representantes de Braskem, Petrobras e Novonor não puderam ser contatados de imediato para comentarem o assunto.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).