Bradesco, Itaú e Santander fecharam 1.526 agências físicas e pontos de atendimento no ano passado. Os dados foram divulgados pelas instituições nos balanços do último trimestre do ano.

O Bradesco fechou 1.083 agências físicas ao longo do ano, terminando 2020 com 3.395 unidades ativas.

O Itaú encerrou 167 unidades, sendo 117 agências físicas no Brasil, 35 na América Latina e 15 pontos de atendimento. O banco terminou o ano com com 4.141 agências e pontos em funcionamento.

Já o Santander fechou o ano com 3.564 agências físicas e pontos de atendimento – foram fechadas 175 agências e 101 pontos em 2020.

Demissões

Bradesco e Santander demitiram, juntos, 10.974 funcionários. Já o Itaú terminou o ano com 1.659 novos colaboradores. Veja os números de funcionários das três instituições em 2019 e 2020:

 Dezembro/19Dezembro/20Demitidos em 2020
Bradesco 97.32989.5757.754
Itaú94.881 96.5401.659 (contratados)
Santander47.81944.5993.220

Quais as perspectivas para 2021? O Bradesco prevê encerrar as atividades de até 450 agências neste ano. O presidente da instituição, Octavio de Lazari, diz que devem ser fechadas entre 100 e 150 agências físicas e que cerca de 300 serão transformadas e incorporadas em unidades de negócios.

Já o presidente do Itaú, Milton Maluhy, afirmou que a instituição não deve fechar nenhuma agência neste ano.

O Santander Brasil afirmou que pretende abrir de 10 a 15 agências na região Norte do país até o final do ano. O presidente do banco, Sérgio Rial, não deu um número sobre agências que podem ser fechadas, mas afirmou que podem acontecer fechamentos relacionados ao desempenho e localização das unidades.

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).