Por Andrew Galbraith

XANGAI (Reuters) – As ações da China e de Hong Kong caíram com força nesta segunda-feira para o nível mais baixo do ano, uma vez que as preocupações de investidores com regulações do governo pressionaram os setores de educação, imobiliário e de tecnologia.

As vendas levaram a ações da Scholar Education Group, listada em Hong Kong, a despencar mais de 45%. As ações em Hong Kong da New Oriental Education & Technology Group Inc caíram mais de 47%. A empresa fornece serviços de tutoria e preparação para testes na China.

No mercado acionário da China, o Índice CSI de Educação terminou em baixa de 9,61%, no menor nível de fechamento em 16 meses.

As movimentações aconteceram depois do anúncio de Pequim na sexta-feira de novas regras que impedem tutoria para lucro, buscando aliviar a pressão financeira sobre as famílias. As mudanças também restringem o investimento estrangeiro no setor através de fusões e aquisições, entre outros.

O fim de semana também trouxe novas medidas regulatórias em nos setores de tecnologia e imobiliário, provocando vendas nesses setores na segunda-feira.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, caiu 3,22%, para o menor nível de fechamento desde dezembro, enquanto o índice de Xangai teve queda de 2,34%, em uma mínima de fechamento de mais de dois meses.

Em Hong Kong, o índice Hang Seng index terminou no nível mais baixo desde 22 de dezembro de 2020, em queda de 4,13%.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 1,04%, a 27.833 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 4,13%, a 26.192 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 2,34%, a 3.467 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, retrocedeu 3,22%, a 4.925 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve desvalorização de 0,91%, a 3.224 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou baixa de 0,96%, a 17.403 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES desvalorizou-se 0,57%, a 3.138 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 ficou estável, a 7.394 pontos.

(Reportagem de Andrew Galbraith)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).