FRANKFURT (Reuters) – O Banco Central Europeu não deve mudar a sequência de suas futuras medidas de política monetária, mesmo que isso represente o risco de elevar os custos de tomada de empréstimos pelo governo, disse Isabel Schnabel, membro do conselho do BCE, nesta quarta-feira.

“Manter um alto volume de compras de ativos apenas para evitar ajustes nos rendimentos de longo prazo, apesar dos riscos iminentes para a estabilidade de preços, daria lugar à dominância fiscal e financeira”, disse Schnabel em discurso.

A orientação do BCE estipula que um aumento nos juros só ocorrerá “logo após” o encerramento das compras de títulos, mas alguns acadêmicos e autoridades cogitaram mudar a sequência dos dois movimentos, em parte para manter baixos os custos de empréstimos de longo prazo, mesmo quando as taxas de juros de curto prazo subirem.

(Por Balazs Koranyi)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).