PARIS (Reuters) – O banco central da França elevou novamente sua previsão de crescimento econômico para 2021, a 6,7%, de 6,3% em setembro e 5,8% em junho, já que o surgimento da nova variante Ômicron do coronavírus não parece impactar as perspectivas econômicas, disse nesta quarta-feira o presidente do BC do país, Francois Villeroy de Galhau.

“O crescimento francês continua robusto. Os chefes das empresas estão um pouco mais cautelosos em relação ao futuro, mas recuperamos os níveis pré-crise desde setembro passado e agora estamos acima deles”, disse Villeroy à rádio RTL, dando uma prévia das previsões trimestrais do banco central, a serem divulgadas oficialmente em 20 de dezembro.

“Deixe-me dar um número bastante impressionante nesta manhã: publicaremos o conjunto completo de nossas previsões em 20 de dezembro, e o crescimento francês de 2021 ficará em 6,7% em nossas previsões”, disse Villeroy.

(Por Benoit Van Overstraeten)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).