A XP, maior corretora brasileira, está em conversas para comprar uma fatia na AZ Quest, gestora de recursos controlada pelo grupo italiano Azimut, de acordo com pessoas familiarizadas com o assunto.

A AZ Quest tem cerca de R$ 16,5 bilhões sob gestão, de acordo com seu website. A Azimut possui cerca de 81% da empresa por meio de sua subsidiária brasileira, enquanto o restante pertence a executivos da gestora, segundo documentos regulatórios.

As conversas pela participação minoritária são preliminares e não há acordo até o momento, disseram as pessoas, que pediram anonimato porque as negociações não são públicas. A empresa também procurou outros potenciais sócios, disseram as pessoas.

A Azimut e a XP não comentaram. A AZ Quest não respondeu imediatamente a pedido de comentário.

Neste mês, a AZ Quest anunciou a aquisição da MZK Investimentos, co-fundada pelo ex-trader do HSBC Marco Antonio Mecchi. Uma vez que a transação seja aprovada, Mecchi vai liderar a área macro da AZ Quest, disse a empresa, em um comunicado, sem abrir o valor pago. Um dos objetivos da transação foi reforçar o time da AZ Quest antes da potencial venda da fatia, disseram as pessoas.

XP, Banco BTG Pactual e Itaú Unibanco têm comprado participações minoritárias em algumas das gestoras independentes, ajudando na distribuição, infraestrutura e desenvolvimento, enquanto também participam dos lucros. A XP possui uma participação minoritária na Grimper Capital, nova gestora de recursos de veteranos do Credit Suisse no Brasil.

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).