O conselho de administração da B2W aprovou na terça-feira (21) aumento do capital de R$ 4 bilhões, para subscrição privada, a R$ 115,00 por papel – quase sem desconto em relação à cotação do fechamento da véspera, de R$ 119,23.

De acordo com aviso a acionistas da empresa de comércio eletrônico, a operação permitirá a aceleração do plano estratégico de crescimento, incluindo eventuais aquisições estratégicas, mantendo o compromisso de geração de caixa.

A Lojas Americanas, acionista controladora, comprometeu-se a exercer o direito de preferência para a subscrição das ações na proporção da sua participação, bem como subscrever um eventual saldo de ações não subscritas.

No último dia 14, a Lojas Americanas captou R$ 7,87 bilhões em oferta restrita de ações, com parte desses recursos prevista para capitalização da B2W.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).