O N26 vai suspender suas operações nos Estados Unidos. Esse é o mais recente revés nos planos de expansão do banco digital alemão, que foi recentemente avaliado em mais de US$ 9 bilhões.

A empresa, com sede em Berlim, sairá dos EUA até 11 de janeiro para priorizar a expansão na Europa, informou o banco nesa quinta-feira. A medida levará ao fechamento de cerca de 500 mil contas.

“Por enquanto, estamos aprimorando o foco estratégico em nosso negócio principal na Europa”, disse o diretor de crescimento, Alexander Weber, em uma declaração por escrito à Bloomberg.

O N26 quer passar a oferecer mais serviços financeiros em sua região natal, incluindo produtos de investimento, disse o banco. A instituição também visa expandir as operações para outros países da Europa Oriental e anunciou recentemente que lançaria serviços no Brasil em 2022.

Histórico de problemas

A decisão dos EUA levanta questões sobre a capacidade da empresa de fintech de executar sua estratégia ambiciosa. O N26 saiu do Reino Unido no ano passado e enfrenta obstáculos regulatórios na Alemanha, onde foi orientado a melhorar seus controles de lavagem de dinheiro.

A empresa foi multada em 4,25 milhões de euros pelo regulador financeiro da Alemanha em junho devido ao atraso na apresentação de relatórios de atividades suspeitas. A entidade também limitou o crescimento do N26 a 50 mil novos clientes por mês para dar ao banco mais tempo para trabalhar em suas deficiências.

Ainda assim, as questões operacionais não prejudicaram o apoio dos investidores à empresa, fundada em 2013. No mês passado, o N26 arrecadou recursos em uma avaliação equivalente à capitalização de mercado do Commerzbank AG, o segundo maior credor listado do país, cujas raízes remontam a 1870.

O N26, que tem mais de 7 milhões de clientes, entrou nos EUA há cerca de dois anos. Os patrocinadores das empresas incluem Third Point Ventures LP, Tencent Holdings Ltd., Allianz SE, Peter Thiel’s Valar Ventures e Li Ka-Shing’s Horizons Ventures.

Os clientes dos EUA receberão instruções sobre como retirar seus fundos.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).