WASHINGTON (Reuters) – Os altos preços da energia não devem ser usados como desculpa para retardar a transição para fontes de energia limpa que visa combater a mudança climática, disse nesta quinta-feira a ministra das Finanças sueca, Magdalena Andersson, que chefia o comitê consultivo do Fundo Monetário Internacional (FMI).

Andersson, presidente do Comitê Monetário e Financeiro Internacional, elogiou os esforços do FMI para incorporar os riscos da mudança climática em suas análises dos riscos que seus membros enfrentam.

A diretora-gerente do FMI, Kristalina Georgieva, ressaltou a avaliação do Fundo de que as atuais pressões inflacionárias são transitórias, mas disse que os formuladores de políticas econômicas precisam permanecer vigilantes.

(Por Andrea Shalal e David Lawder)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).