O Airbnb está planejando listar ações na Nasdaq, abrindo caminho para o que pode ser uma das mais importantes estreias no mercado acionário em 2020.

No início deste mês, a Reuters informou que a empresa pretendia levantar US$ 3 bilhões em seu IPO, o que a avaliaria em mais de US$ 30 bilhões, com planos para realizar a listagem antes do final do ano.

O impulso para abrir capital e o crescimento em sua avaliação potencial ressalta a rápida recuperação do Airbnb, ao garantir um financiamento de emergência de investidores em meio a perspectivas incertas para a indústria de viagens.

O Airbnb, que se beneficiou com turistas evitando hotéis maiores e preferindo dirigir até locais alugados por temporada, disse em julho que os clientes reservaram mais de 1 milhão de noites em um único dia pela primeira vez desde 3 de março.

A companhia não divulgou um cronograma para o IPO. A empresa havia feito pedido confidencial de listagem em agosto.

O Morgan Stanley e o Goldman Sachs são os principais coordenadores do IPO, informou a Reuters no mês passado, citando pessoas familiarizadas com o assunto

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).