O que aconteceu: A Marfrig Global Foods, multinacional brasileira do ramo de carnes, anunciou que vai entrar na produção e na comercialização de hambúrguer vegetal. A operação é fruto de uma parceria exclusiva entre a Marfrig e a americana ADM (Archer Daniels Midland Company) e parece ter sido antecipada pelo mercado: ontem, em um dia em que 65 das 67 ações da B3 (a bolsa brasileira) caíram, as da Marfrig subiram 0,29%. As da JBS, concorrente direta da Marfrig, recuaram 1,29%.

O que prevê o acordo: A ADM ficará responsável pela produção e pelo fornecimento da proteína vegetal, ao passo que a Marfrig produzirá, distribuirá e venderá os produtos para food service (a cadeia de alimentação fora do lar) inicialmente, e depois no varejo. Haverá uma marca específica para os produtos de origem vegetal, ainda não revelada no comunicado divulgado nesta madrugada.

A popularização da carne vegetal é a revanche de vegetarianos e ambientalistas? Não exatamente. É verdade que temas ambientais ganham cada vez mais atenção e, com o aumento da população, fontes de proteína alternativas à animal são consideradas para reduzir o desmatamento. Mas o hambúrguer vegetal também tem a proposta de ser menos gorduroso, já que vegetais são menos calóricos que a carne, e isso é um dos fatores para os quais as grandes companhias estão atentas.

Hambúrguer vegetal ganha mercado no Brasil: interesse crescente dos consumidores
Crédito: Shutterstock

Como nasceu a carne vegetal? Fruto de uma inovação tecnológica, o hambúrguer vegetal foi desenvolvido nos EUA e fez muito sucesso. A Beyond Meat, uma das pioneiras, até abriu capital na bolsa americana. A rede de fast-food Burguer King fez parceria com o Impossible Foods, marca de alimentos sem proteína animal, e criou o Impossible Whooper, variação de seu sanduíche mais tradicional, o Whooper.

Vendo o movimento crescer e se consolidar, as indústrias de carne decidiram que querem fazer parte, mas não por isso estão abrindo mãos de seus produtos mais tradicionais, voltados para os carnívoros.

A Marfrig vai vender hambúrguer vegetal no Brasil? Sim, e a produção começará na unidade industrial de Várzea Grande, no Mato Grosso – a Marfrig tem 14 unidades industriais no País. A base vegetal sairá diretamente da fábrica da ADM em Campo Grande para a unidade da Marfrig.

Os primeiros produtos estarão no mercado brasileiro ainda neste ano e também serão exportados.

(Com Estadão Conteúdo)

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).