A Vale informou nesta quinta-feira (25) que o Conselho de Administração aprovou a distribuição de remuneração aos acionistas, referente ao segundo semestre de 2020. Os valores foram apurado com base no balanço levantado em 30 de setembro de 2020 e será pago R$ 4,26 por ação – R$ 3,43 na forma de dividendos e R$ 0,83 por juros sobre o capital próprio.

O pagamento da remuneração ocorrerá em 15 de março de 2021 e os acionistas terão direito à remuneração, conforme a seguir:

  • A data de corte para os detentores de ações de emissão da Vale negociadas na B3 será no dia 04 de março de 2021 e a record date para os detentores de American Depositary Receipts (ADRs) negociados na New York Stock Exchange (“NYSE”) será no dia 08 de março de 2021.
  • As ações da Vale serão negociadas ex-direitos na B3 e na NYSE a partir de 05 de março de 2021.
  • Os titulares de ADRs receberão o pagamento através do Citibank N.A., o agente depositário dos ADRs, a partir de 22 de março de 2021.
  • De acordo com a legislação vigente no Brasil, a distribuição de JCP está sujeita à retenção de imposto de renda na fonte, exceto para os beneficiários imunes e isentos que comprovarem atender as condições legais para a dispensa de retenção. Qualquer alteração no cadastro de acionista quanto ao domicílio e perfil fiscais deve ser realizada até o dia 04 de março de 2021, para assegurar a apuração correta do imposto retido na fonte referente ao JCP anunciado nesta data.

A empesa ressaltou que o valor dos dividendos por ação poderá sofrer pequena variação em razão de eventual alteração do número de ações em tesouraria dado o pagamento da remuneração de longo prazo (matching) aos seus executivos. Nesse caso, a Vale fará um aviso aos acionistas informando o valor final por ação.

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).