A utilização do Pix fora dos aplicativos do banco para realizar transferências (o chamado iniciador de pagamentos), que estava marcada para ter início no dia 30 de agosto, foi adiada para 29 de novembro pelo Banco Central.

Em nota divulgada nesta sexta (dia 27), o BC informou que o adiamento aconteceu por necessidade de ajustes técnicos. “O pedido feito ao Banco Central decorreu decorre da necessidade de ajustes nas especificações técnicas, que comprometeu o prazo para realização de testes para a certificação das instituições.”.

O iniciador de pagamentos permitirá que o consumidor possa fazer um Pix direto pelo WhatsApp, por exemplo, se a empresa decidir aderir à funcionalidade. A modalidade abre espaço para o uso do Pix em diversos aplicativos, tanto de mensagens, financeiros ou até redes sociais.

A novidade é a etapa inicial da terceira fase do open banking, infraestrutura que padroniza o compartilhamento de dados entre as instituições financeiras.

 

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).