Com tantas marcas, modelos e funcionalidades diferentes, fica até difícil se decidir na hora de escolher um celular. O caminho para uma boa escolha costuma ser uma avaliação da necessidades com os desejos do consumidor.

Para te ajudar nessa investigação, o 6 Minutos elaborou um guia completo com base nas principais dúvidas de quem pretende trocar de aparelho neste momento. Confira:

IOS ou Android? Esses são os dois sistemas operacionais disponíveis no mercado atualmente. O Android é bem mais acessível, por estar disponível em diversas marcas e aparelhos de todos os preços. Já o iOs tem a vantagem de ser pensado especialmente para os smartphones da Apple e, assim, otimizar o funcionamento dos celulares da marca.

Ambos têm qualidade excelente e não faz muito sentido culpar nenhum deles pelo mal funcionamento do aparelho. Problemas como lentidão, travamento ou falta de espaço estão relacionados a outros componentes, como você verá mais abaixo.

O que avaliar na ficha técnica? Todas as informações decisivas para a escolha do smartphone ideal para as suas necessidades estão na ficha técnica do aparelho, geralmente disponível na descrição do produto no site. Veja quais características você deve privilegiar de acordo com cada necessidade:

Ter espaço de sobra para aplicativos

A quantidade de armazenamento é a quantidade de espaço que o celular possui para guardar aplicativos, fotos e outros documentos. Atualmente, a partir de 64GB já é possível instalar apps e armazenar bastante coisa com tranquilidade.

O legal é que essa é uma daquelas capacidades que podem ser expandidas. Aparelhos que permitem o uso de cartão de memória permitem ganhar um espaço a mais com esse adendo bastante acessível.

Abrir várias abas sem que nada trave 

O que determina a agilidade de performance dos aplicativos é a memória RAM. Ela tem a função de armazenar dados temporários para que o sistema acione os aplicativos com mais rapidez. Quanto mais apps abertos em segundo plano, mais memória RAM está sendo utilizada.

Para um ótimo desempenho, o mínimo necessário são 8GB. É importante lembrar que no caso dos iPhones, a quantidade oficial de memória RAM não é divulgada, por isso, sempre busque por análises de especialistas que desmontam os aparelhos e verificam as capacidades de cada modelo.

Tirar fotos maravilhosas 

Os famosos megapixels já não são mais o único fator para a escolha de uma boa câmera de celular. É preciso dar atenção também a aspectos como a capacidade de processamento das imagens, a disponibilidade de mais de uma câmera e as especificações de abertura das lentes.

Lentes mais abertas, com foco f/1.7 ou f/1.8, por exemplo, têm maior capacidade de capturar luz e tendem a gerar fotos de melhor qualidade mesmo em ambientes sem uma boa iluminação.

A quantidade de câmeras também faz muita diferença. Se você quer fotos impecáveis, é importante optar por um modelo que possua pelo menos três câmeras traseiras. Elas geralmente garantem não só a amplitude focal necessária para destacar o objeto do fundo, mas também um zoom mais potente.

Ter bateria durante o dia todo 

É muito chato ter que ficar andando com carregadores pra lá e pra cá. Para não ter que se preocupar com isso, o indicado é optar por aparelhos que venham com baterias a partir de 4.500 mAh. Elas estão disponíveis em celulares de todas as faixas de preço.

Também existem marcas com linhas especialmente desenvolvidas para economizar energia. Mas, nesse caso é importante o alerta de que aparelhos que propõem uma economia muito grande de energia tendem a ter processadores menos potentes, o que pode prejudicar seu desempenho. Por isso, tente equilibrar as funções.

Assistir a filmes e séries com uma imagem perfeita 

Aqui, resolução e tecnologia de tela são as características responsáveis para a qualidade das imagens reproduzidas pelo aparelho.

Resolução: quem quer ver imagens perfeitas na tela do celular deve escolher modelos em Full HD+ ou, no caso dos ainda mais exigentes, em Quad HD — o chamado 2K. Telas em HD ou HD+ são as mais básicas e, portanto, não indicadas para quem tem o vídeo como prioridade.

Se quiser uma seleção ainda mais minuciosa, faça o cálculo de pixels por polegada. Quanto maior for o resultado da conta, melhor será a resolução da tela do aparelho. Estudos indicam que o olho humano é capaz de perceber até 300 pixels por polegada, então esse deve ser o número mínimo para quem busca imagens excelentes.

Tecnologia de tela: nesse quesito, os modelos OLED são os mais avançados. No entanto, se não quiser gastar muito, é possível encontrar ótimas telas com a tecnologia IPS LCD. Ela é mais básica, mas dependendo do fabricante pode trazer uma boa fidelidade de cores, contraste equilibrado e, às vezes, até economia de energia.

Jogar online 

Quem gosta de jogar online pelo celular e preza pela melhor experiência precisa dar atenção especial para a velocidade de tela. Taxas de atualização maiores, como 90Hz ou 120 Hz, conferem às imagens um movimento muito mais fluido e natural.

Já é hora de optar por um modelo 5G? A implementação do 5G No Brasil está prevista para acontecer em meados de 2022. Isso pode te fazer cogitar se já não seria a hora de optar por um aparelho compatível com essa tecnologia. Porém, essa é a previsão apenas para as capitais do país, cidades pequenas devem ter acesso ao 5G apenas em 2029.

Outro ponto é que essas são datas otimistas. O Brasil ainda não leiloou suas frequências entre as operadoras, pois o edital segue parado no Tribunal de Contas da União (TCU) e também ainda não possui projetos de melhoria de infraestrutura de antenas, algo essencial para que o 5G seja eficiente. Por esses motivos, se você tem o costume de trocar de celular a cada três ou quatro anos, não se preocupe com o 5G por enquanto.

Como descobrir se o celular aceita a rede?  Alguns aparelhos compatíveis com o 5G não trazem a característica no nome, mas é fácil verificar. A informação geralmente aparece na caixa do equipamento ou nas especificações do site. Outra forma é procurar por ela no próprio aparelho.

Para verificar se o seu celular aceita ou não o 5G, acesse: “Configurações”, em seguida “Redes móveis e/ou Conexão”, depois “Dados móveis” e, então, “Tipo de rede preferencial”. Lá, estarão listadas as gerações de rede aceitas pelo seu modelo, assim como a indicação da mais recomendada.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).